• METODOLOGIAS DE PESQUISAS PÓS-CRÍTICAS EM EDUCAÇÃO
Os exemplos apresentados em "Metodologias de pesquisas pós-críticas em educação" contribuem para demonstrar que a centralidade do/a pesquisador/a como principal ferramenta de pesquisa qualitativa resgata a subjetividade humana, para que ela seja utilizada para produzir saberes mais refinados e agudos sobre fenômenos sociais, sejam eles educacionais ou de outra ordem. O estudo de questões não generalizáveis é, então, menos um limite e mais uma vantagem a ser explorada, uma vez que a produção de conhecimento está colada a contextos específicos, encharcada de complexidade, impedindo simplificações, mas oportunizando a transferência de saberes para outros contextos de características semelhantes.

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

METODOLOGIAS DE PESQUISAS PÓS-CRÍTICAS EM EDUCAÇÃO

  • R$40,00


Simulador de Frete